Primeiro programa de debate do site OGalileo

Parabenizo o site OGalileo pela realização do seu primeiro programa de debate, que já na sua estréia saiu levantando poeira com o tema A campanha das sementes de mil reais de Mike Murdock e Silas Malafaia.

O programa teve a participação do pastor Carlos Roberto da Silva, vice-presidente da COMADESP e membro do conselho de doutrina da CGADB, o pastor Marcelo Oliveira, conferencista da Assembleia de Deus e o pastor José Barbosa, também da Assembleia de Deus, com a moderação de Danilo Fernandes.

O debate foi uma crítica responsável, correta, coerente e contundente contra a (des)teologia da (im)prosperidade que grassa no meio evangélico brasileiro.

O objetivo, pelo que percebi (muito bem observado pelo amigo pastor Carlos Roberto), não foi atacar pessoas, mas apontar os erros doutrinários contidos em tal prática.

Acredito, particularmente, que esse tipo de iniciativa é uma forma de combater – mesmo que timidamente – o império da prosperidade evangélica brasileira. Se aqueles que são contrários à (mal) dita teologia da prosperidade não possuem condições financeiras para comprar jatinhos e/ou ter espaço na TV aberta, pelo menos estão a usar a internet como meio de contestação.

Faço coro aos debatedores no sentido de reconhecer as virtudes (pretéritas) de Silas Malafaia como ícone do evangelismo no Brasil. De igual forma, faço apelo também a que o mesmo Silas abandone a teologia da ganância e retorne ao padrão ministerial do início do seu chamado.

Anúncios

A busca e conquista do nada*

_José_San_Martín_

*Nada = “essas coisas”, em Mateus 6.33: Dinheiro→ casa→ carro→ comida→ roupa-lavada→ mais e mais…

O neopentecostalismo [1] tupiniquim prossegue satisfazendo projetos de poder de manipuladores da fé dos analfabetos bíblicos, tolos ou não. Continua a ecoar nos montes da enganação gritos, como “pense positivo”, “fale a palavra da fé”, “melhore sua auto-estima – especialmente a do seu bolso”, assuma seu direito de “homem-deusinho”, “seja bem-sucedido financeiramente em tudo”, “tome posse do que quiser”… e toda arenga copiada de pregadores-gurus norte-americanos. Sacos de dinheiro, bens cintilantes e suspeitos. Emissoras de rádio, TV, jornais, revistas e internet — comunicação de massa pró-egocentrismo. Deus escravo de caprichos humanos, Soberano jamais. A patacoada vai patrolando marcos antigos, Preceitos que por séculos balizam a vida dos fiéis.

Continuar lendo “A busca e conquista do nada*”

Movimento Cansei da Teologia da Prosperidade

 
cansei.gif

Cansei de ouvir pregadores da prosperidade dizerem que precisamos decretar a nossa vitória e visualizar a nossa benção material;

Cansei de ouvir pregadores da prosperidade gritarem para Deus reivindicando suas petições;

Cansei de ouvir pregadores da prosperidade dizendo que “salário mínimo” não é coisa de crente;

Cansei dessa teologia que defende que o crente deve morar em mansão, ter carrões, muito dinheiro e nunca ficar doente.

Cansei dessa teologia que valoriza mais as coisas terrenas do que aquelas que são do céu;

Cansei dessa teologia da barganha com Deus, onde você contribui e Ele devolve com juros, correção monetária e muito lucro;

Cansei dessa teologia de fé na fé;

Cansei dessa teologia que ama mais o dinheiro que o próximo;

Cansei dessa teologia consumista, utilitarista e que trata Deus como o Papai Noel;

Cansei dessa teologia da ganância, cujo principal objetivo é fazer com que as pessoas atinjam a independência financeira;

Cansei dessa teologia da auto-ajuda, auto-estima e auto-aceitação;

Cansei dessa teologia que argumenta que Jesus nunca foi pobre;

Cansei dessa teologia que tem criado uma geração de decepcionados nas igrejas;

Cansei dessa teologia pregada e defendida por Edir Macedo, R.R. Soares, Robson Rodovalho, Oral Roberts, T.L. Osborn, Kenneth Hagin, Kenneth Copeland, Benny Hinn, etc, etc.

Cansei da teologia da prosperidade pois a Bíblia diz: “Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam”. (Mat.6.19,20)

Cansei, não da prosperidade – que é dádiva de Deus, mas da teologia que faz dela o principal foco da vida cristã, em detrimento da salvação e das bençãos espirituais.

Se você também já cansou de tudo isso, demonstre sua indignação. Coloque esse selo em seu blog.

[ www.comoviveremos.com ]