O problema da fome no mundo contemporâneo

INTRODUÇÃO
I – A FOME NAS ESCRITURAS SAGRADAS
II – A FOME COMO SINAL DA VINDA DE JESUS
III – A FOME NO MUNDO CONTEMPORÂNEO
CONCLUSÃO

“A falta de acesso a alimentação básica ainda é um problema crônico nesse início de Século XXI. Uma em cada sete pessoas passa fome no mundo, apontam as pesquisas mais otimistas. Não se trata de fome eventual, ocasionada pela ausência temporária de recursos financeiros. É a falta constante de comida em quantidade suficiente para saciar adequadamente as necessidades de indivíduos e famílias inteiras ao redor do planeta.

Mas como é possível explicar a insegurança alimentar no tempo presente? Por que as inovações tecnológicas e os novos meios de produção e distribuição de alimentos não foram capazes de solucionar até agora esse problema social que perdura por centenas de anos? Para responder esses questionamentos devemos nos voltar para as Escrituras, a fim de compreender a origem da escassez de alimentos e o que os cristãos podem fazer a respeito.

Continuar lendo “O problema da fome no mundo contemporâneo”

Anúncios

Graça Preveniente

por Valmir Nascimento

Graça preveniente é o termo teológico que explica a forma como Deus capacita o homem previamente para que possa atender ao chamado da salvação. Assim como muitas outras doutrinas bíblicas, a exemplo da Trindade e da depravação total, o termo “graça preveniente” não se encontra expressamente[1] nas Escrituras, mas o ensino sim, visto tratar-se de uma categoria bíblica tácita, evidenciada por meio da interpretação sistemática do Texto Sagrado.

É importante dizer que o estudo sistemático das convicções cristãs, isto é: a reflexão teológica, tem como fonte primária as Escrituras Sagradas; no entanto, historicamente o cristianismo tem se valido também de três fontes e normas secundárias para contribuir com a hermenêutica bíblica: a tradição, a razão, e a experiência. Conforme Olson, o Sola Scriptura é o princípio ideal que capta e expressa corretamente a convicção de que a Bíblia é a regra normativa (norma normans) e a fonte mais importante para determinar a correção em todos os assuntos da fé e vida cristãs.

Continuar lendo “Graça Preveniente”

Uma cosmovisão distintamente pentecostal

(….) De modo mais específico, em sintonia com o tom desta obra, devo realçar o que vem sendo chamado de “cosmovisão pentecostal”, uma perspectiva que, sem menosprezar a tradição protestante maior, enfatiza as características que assinalam a diferença do movimento pentecostal em relação às demais vertentes da Cristandade; uma forma distintiva de encarar a vida e a sociedade tendo como pressupostos o mover do Espírito e a atualidade dos dons espirituais. Nesse sentido, segundo Byron Klaus, “a cosmovisão pentecostal reflete um modo de entender que abrange a realidade de todos os aspectos da vida – naturais e sobrenaturais”. Assim, “A profecia, a orientação divina, as visões, as curas e os demais milagres, não são considerados exemplos estáticos daquilo que Cristo fazia. São realidades que continuamos a esperar nos dias de hoje; realidades estas que permitem que sejam demonstradas a grandeza e glória de Deus”.

Continuar lendo “Uma cosmovisão distintamente pentecostal”

Seja apenas o você que Deus quer

Um dos principais ingredientes da infelicidade humana é a comparação com o sucesso profissional dos outros.

Esse tipo de angustia pavimenta o caminho da perda de identidade e do propósito da vida.

Tomas Halík, em A Noite do Confessor, nos fornece uma boa sugestão para vencer essa obsessão:

“Dá-me um grande prazer ver um bom político*, diplomata, bispo, ator, advogado, psicoterapêutico, jornalista ou pai de uma grande familia; uma das razões é que se alguém desempenha todas essas funções, e as desempenha bem, eu tenho a tranquilizante e libertadora confirmação de que já não preciso ser eu próprio a ocupar-me disso. Ajuda-me a evitar “olhar para trás”, e libertar-me de pensamentos de que também eu poderia ter sido capaz de desempenhar algumas dessa funções, e talvez até nem fosse mal no seu desempenho. Estou aprendendo a largar alegremente e a tomar consciência de que uma ‘pessoa não pode ser tudo’; só Deus é um ser que aplica plenamente todas as suas potencialidades. Deus vai tornando o meu caminho estreito, permitindo-me assim compreender (talvez) com maior precisão aquilo que Ele verdadeiramente quer de mim, aquilo que não posso delegar a mais ninguém: apenas ser eu. Porque se eu falhasse nisso, esse seria o único lugar que ficaria realmente vazio”.

Deixe esse segredo martelar em sua mente: aprenda a largar alegremente a obsessão por “aquilo que não lhe pertence” e a tomar consciência de que uma ‘pessoa não pode ser tudo’; só Deus é um ser que aplica plenamente todas as suas potencialidades.

Medite nisto!

Escola Dominical: Universidade oficial do cristão

Valmir Nascimento aceitou a Cristo em 1997, aos 19 de idade, em Pontes e Lacerda (MT). Desde então, nasceu no seu coração o desejo de aprender as Escrituras e o amor pela Escola Dominical. A cada nova lição bíblica, ele crescia na graça e no conhecimento, transformando a ED na melhor e mais importante faculdade da sua vida. Por isso, ele a chama de a “Universidade Oficial do Cristão”.

A ED teve, por isso, importância vital durante o período que Valmir frequentou a Faculdade de Direito. Embora tenha sido aconselhado na época a desistir do curso superior, sob o argumento de que o ambiente acadêmico poderia fragilizá-lo espiritualmente, levando ao abandono da fé, a hostilidade ateísta e o relativismo moral do campus nunca o abalaram. “Penso que isso ocorreu por causa da graça de Deus e da minha assiduidade às Escolas Dominicais. As lições bíblicas ajudaram sobremaneira a fortalecer a minha fé e a resistir aos ataques sofridos durante o período universitário”. Hoje, Valmir é jurista, teólogo, mestre em Teologia e pós-graduado em Direito, com estudos na Universidade de Coimbra (Portugal) e Universidade de Oxford (Inglaterra). É professor universitário, editor da revista acadêmica Enfoque Teológico (Feics) de Cuiabá (MT). É ainda membro e diretor de assuntos acadêmicos da Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure); escritor e palestrante no 9º Congresso Nacional da Escola Dominical, comentarista da revista de Jovens deste trimestre e evangelista da AD em Cuiabá (MT).

Continuar lendo “Escola Dominical: Universidade oficial do cristão”