Um pastor no TED: Idéias que merecem ser disseminadas

O TED é uma plataforma de divulgação de conferências com os maiores especialistas do mundo. Seu lema é “ideias que merecem ser disseminadas”.

Nesta palestra, o pastor batista Jeffrey Brown fala sobre o programa “Boston Miracle” que diminuiu a violência juvenil em Boston em 79%.

O vídeo é um refrigério em tempos de violência crescente e espiritualidade alienada.

Jeffrey diz que tinha a intenção de ser pastor de uma mega igreja, mas se deu conta que a sua vocação era outra. Pastor de um igreja de vinte membros, viu a necessidade de intervir na realidade social da comunidade que desmoronava ao seu redor, com as drogas e violência de gangues controlando os jovens nas ruas.

O primeiro passo para a recuperação: ouvir esses jovens, não apenas pregar para eles e ajudá-los a reduzir a violência em seus próprios bairros.

O vídeo é curto, mas a mensagem é poderosa!

Primeiramente, nos faz lembrar a importância do envolvimento da igreja com a comunidade local. O crescimento econômico tem feito com que as comunidades cristãs construam grandes templos longe dos seus bairros de origem, em busca de maior espaço e estacionamento. O resultado disso é o afastamento da igreja local da comunidade.

Segundo, Jeffrey recorda que a redução da violência começa não na punição, mas na prevenção. A solução não é simplesmente uma questão de construir mais prisões e encarcerar mais criminosos. O “melhor modo de reduzir o crime não é reagir depois do fato com castigos e reabilitação, mas desencorajá-los antes que aconteça, criando uma vida em comunidade civilizada e ordenada”, escreveram Charles Colson e Nancy Pearcey.

Por fim, o vídeo nos mostra que as ideias cristãs tem muito a contribuir com a sociedade. Basta saírmos de nossos cativeiros culturais!

 

https://embed.ted.com/talks/lang/pt-br/jeffrey_brown_how_we_cut_youth_violence_in_boston_by_79_percent

Anúncios

Liderar – Encontro de Líderes de Jovens e Adolescentes | Norte

Vem aí mais um Liderar – Encontro de Líderes de Jovens e Adolescentes, agora na região Norte. De 20 a 22 de outubro de 2016.

O propósito deste Encontro de Líderes é compartilhar esta visão de Deus. É proporcionar aos líderes de juventude ferramentas que os ajude a lidar com os problemas dos jovens e adolescentes cristãos, seja no que diz respeito a sexualidade, drogas, universidade, redes sociais, louvor, santidade, e tantos outros dilemas e questionamentos vividos na juventude.

A CGADB e a CPAD lançam este audacioso projeto, que visa reunir milhares de pastores e de jovens líderes de todos os Estados da federação, para receber de Deus um direcionamento, para usar as ferramentas atuais e de impacto das massas a fim propagar as Boas Novas, de ganhar o Brasil e o mundo para Cristo, bem como despertar e consolidar o chamado de Deus para a liderança.

Serão 03 dias em que o Senhor usará cada palestrante em sua área de atuação, onde líderes que também tem desenvolvido projetos extraordinários com seus jovens e adolescentes poderão compartilhar suas estratégias de trabalho e de alguma forma trazer novas ideias, abrir a mente de muitas pessoas para sonharem um pouquinho mais alto e utilizarem os dons e talentos que Deus colocou em suas mãos, a fim de que possam em suas igrejas desenvolver também projetos grandiosos para Deus.

Valmir Nascimento será um dos palestrantes, com o tema O Jovem Cristão e a Universidade.

Se você é da região, participe!

7ª Consulta Nacional de Evangelismo Universitário

O Cristão autêntico tem a mente de cristo (1.º Coríntios 2.16), isso importa em pensar todas coisas como Jesus pensaria. Ter a mente de cristo vai muito além da simples vida religiosa. É uma relação de vida irradiante, de responsabilidade espiritual e de atitudes que, em tudo, glorifiquem a Deus.

A vida cristã é uma integração de toda as áreas da vida. Não há separação entre o sagrado e o secular. Tudo que o cristão faz deve estar relacionado com a Glória de Deus (1.º Coríntios 10.31). Isto significa nunca perder a comunhão e ter um propósito de honrar a Jesus com todas as nossas atitudes, seja no serviço cristão, seja nas atividades seculares.

Nossas atitudes tem que impregnar o bom cheiro de Cristo no ambiente em que estamos, de forma que as pessoas sintam-se atraída pela diferença. Como diz o antigo hino: “que o mundo possa Cristo em Ti ver, guarda o contato com o Supremo ser” (HC 77).

***

Acesse o site do evento e faça a sua inscrição.

Dúvida Tostines: debilidade espiritual ou analfabetismo bíblico?

por Valmir Nascimento

Pesquisa realizada pela LifeWay e publicada no site Christian Post revela (*) que embora a maioria dos adolescentes e jovens adultos americanos se identifiquem como cristãos, apenas 15 % (por cento) deles têm relação pessoal com Cristo e estão profundamente comprometidos. Segundo o estudo, realizado com 1.200 jovens norte-americanos em agosto de 2009, poucos lêem suas Bíblias ou outros textos religiosos, e muitos não freqüentam a igreja semanalmente.

Acredito, em verdade, que a pesquisa não nos revela (*) muita coisa. Ela simplesmente nos dá um dado estatístico baseado em determinada amostragem. Afinal, independentemente do estudo é evidente a ausência de compromisso dentro do cristianismo contemporâneo. Essa, aliás, é uma das características marcantes da nova espiritualidade. Seja espiritual, mas não religioso, diz o lema. É a espiritualidade do Deus Pop.

Caros leitores, lembro-me que há poucos dias publiquei aqui no blog outra pesquisa digna de tristeza: aquela que dizia que cerca de 50,68% dos pastores e líderes nunca leram a Bíblia Sagrada por inteira pelo menos uma vez.

Ao confrontar os dois estudos minha mente é balançada pela dúvida Tostines: vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais? Na presente análise a interrogação é a seguinte: A debilidade espiritual dos jovens é resultado do analfabetismo bíblico dos líderes, ou os líderes analfabetos bíblicos são fruto dessa debilidade espiritual hodierna?