A paz não virá


_José_San_Martín_

Já temos uma certeza nestes primeiros 30 dias do novo ano: A paz não virá. O maior jornal da minha cidade estampara na transição 2009/2010 a foto de uma bela criança sob a frase: “2010: Que venha em paz!”. O reflexo desse anseio universal certamente ocupou as programações da mídia e os desejos de felicidade. A manchete da edição de ano novo na segunda-feira, 4 de janeiro dizia: “12 mortes marcam início do novo ano”. A submanchete não economizou: “40 roubos e furtos a cada 24 horas” (Qual é o quadro em sua cidade?). Ano novo – rotina infame – velhas atitudes de um mundo que está sob o poder e domínio de Satanás. Entramos o mês da carnalidade carregando desde terremotos sangrentos, mar-de-lama da corrupção na capital do país, até um presidente infrator da lei eleitoral só barrado pela doença que mais mata adultos no mundo – a hipertensão.

Mas os ímpios não têm paz, diz o Senhor, Isaías 48:22 Bíblia versão Almeida Revista e Corrigida

Nós sabemos que somos filhos de Deus e que o resto do mundo todo ao nosso redor está sob o poder e o domínio de Satanás, 1 João 5.19 Bíblia Viva

Em termos globais, a certeza de que a paz não virá foi a babel em que se transformou a Conferência sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas (COP 15), em Copenhague. Outra vez, interesses egoístas suplantaram a arenga de direitos humanos, promessas de luta pela qualidade de vida das pessoas, respeito universal mútuo e toda hipocrisia de mais uma geração de governantes narcisistas. O golpe de misericórdia veio com a chegada do retardatário e cultuado negro Nobel da Paz. Ouviu-se um discursou vazio e sem convicção. Ninguém engana todos e o tempo todo – ainda mais ele que só está começando… O Obama de [b]Araque, e sua cena de péssimo ator não convenceu a ninguém em mais um teatro global. Talvez nosso Lula hipertenso tenha ido melhor. Pena que a pretensão de suas palavras igualmente ocas não tenha passado de imaginação de um pobre apelidado de “o cara” emergente que pensa significar alguma coisa no meio dos que realmente ditam as regras no Globo.

E pensar que um dos nossos mais competentes missionários na ONU — o diplomata Sérgio Vieira de Mello — foi literalmente explodido em seu gabinete no Iraque por bombas de seguidores de Bin Laden…

A paz não virá em 2010.

A ONU foi criada para fomentar a paz. Desde sua fundação só administrou guerras de egos individuais que levaram a carnificinas coletivas. Seus integrantes virtuosos, intelectualizados e escovadinhos, alguns superinstruídos, não podem impor a paz. Nenhuma nação nem ninguém podem fazê-lo. Porque, como na COP 15, poucos estão dispostos a abrir mão de suas ambições nacionais-egoístas. O humanismo fajuto nunca trará a paz, justamente por ser calcado no humano falível (o homem no centro) sem o Deus Criador, que vive eternamente.

Logo, 2010 não transcorrerá em paz.

A paz entre os homens é impossível porque não pode ser conseguida por meio de negociações entre personagens que habitam e cooperam para o andamento da máquina chamada “mundo que jaz no maligno” ou “mundo que vive sob poder e domínio de Satanás”. Discursos não valem nada se não forem fruto de um coração sincero e independente de segundas intenções. Paz por contratos são frágeis porque algumas partes podem romper o pacto por seus inadiáveis motivos.

Ninguém jamais seguiu realmente as veredas de Deus, nem mesmo desejou verdadeiramente fazê-lo. Todos se desviaram; todos caíram no erro. Ninguém, em parte alguma, fez só o que é direito durante toda a sua vida nem uma só pessoa. O que falam é abominável e tão sujo quanto o mau cheiro de uma sepultura aberta. Suas línguas estão cheias de mentiras. Tudo o que dizem tem o ferrão e o veneno de serpentes mortíferas. Suas bocas estão cheias de maldição e de amargura. Estão prontos para matar, odiando qualquer um que não concorde com eles. Por onde quer que vão, eles deixam a miséria e o transtorno atrás de si. Nunca chegaram a saber o que é sentir-se seguro e desfrutar as bênçãos de Deus, Paulo, Romanos 3.11-17 Bíblia Viva

A paz negociada na burocracia governamental nunca existirá nem em 2010 e nem nas próximas décadas. Porque o Príncipe da Paz está ausente. Não é bem-vindo. Tachado de obscuro, obsoleto, não tem lugar à mesa. Ele incomoda. Sua proposta exposta na Palavra de Deus aponta o dedo na ferida do orgulho humano decadente. Ele veio para servir e ensinou que o caminho à paz individual e coletiva está baseada no servir a Deus e ao próximo, no amar aos inimigos, no abrir mão de “direitos” que prejudicam o irmão. Ainda que O tenham assassinado por sua mensagem sobre paz com Deus e os homens, suas palavras soarão eternamente.

Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize, João 14:27 ARC

Eu lhes dou este novo mandamento: amem uns aos outros. Assim como eu os amei, amem também uns aos outros, João 13.34 Bíblia Linguagem de Hoje

Já o emissário de Satanás, o Anticristo, promoverá uma falsa paz. É esse homem que os líderes mundiais anseiam. Bento XVI, mesmo inconscientemente, clamou recentemente: “Precisamos criar uma autoridade política mundial!”. O homem que supostamente solucionará os conflitos. O homem que se postará como o quebrador dos paradigmas divinos, pois para que seu plano possa funcionar ele terá de banir os princípios pregados pelo Senhor Jesus Cristo.

Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos; por onde conhecemos que é já a última hora, 1 João 2:18 ARC

Quanto à obra que este homem da rebelião e do inferno fará quando vier, ele já está em marcha, porém ele mesmo não virá enquanto aquele que o está retendo não se afastar do caminho.
E então aparecerá esse iníquo, a quem o Senhor Jesus queimará com o sopro da sua boca, e o destruirá com sua presença quando voltar. Este homem do pecado virá como instrumento de Satanás, cheio de poder satânico, e iludirá todo o mundo com espetáculos fora do comum e fingirá que faz grandes milagres.
Ele enganará completamente aqueles que estão a caminho do inferno porque eles disseram “não” à Verdade; recusaram-se a crer nela e a amá-la, e a deixar que ela os salvasse, portanto, Deus permitirá que eles creiam de todo o coração nestas mentiras, e todos eles serão julgados com justiça por terem crido na falsidade, rejeitando a Verdade e sentindo prazer em seus próprios pecados, 2 Tessalonicenses 2:7-12 BV
A pós-modernidade, a ausência de absolutos, a pedagogia espiritualista New AGe, o engrandecimento do ateísmo, a revolução nos costumes formalizada por governos imorais, a tolerância permissiva à libertinagem, segue a meta ambiciosa que enganará os ímpios — e inclusive Israel — após o arrebatamento dos salvos. Esse arrebatamento ou rapto, é justamente a esperança que move milhões de crentes em Cristo no mundo inteiro. “Nossa esperança é a sua vinda, o Rei dos reis vem nos buscar”, como escreveu o poeta cristão no hino 300 da Harpa Cristã.

E agora, queridos irmãos, quero que vocês saibam o que sucede a um cristão quando ele morre, para que não fiquem cheios de tristeza como aqueles que não têm esperança, quando isso acontecer.
Visto que nós cremos que Jesus morreu e depois voltou à vida, podemos também crer que, quando Jesus voltar, Deus trará de volta com Ele todos os cristãos que já morreram.
Posso dizer-lhes, diretamente do Senhor, que nós, os que ainda estivermos vivos quando o Senhor voltar, não subiremos para encontrá-lO na frente daqueles que estão nas sepulturas.
Pois o próprio Senhor descerá do céu com um potente clamor, com o vibrante brado do arcanjo e com o vigoroso toque da trombeta de Deus. E os cristãos que estão mortos serão os primeiros a levantar-se para irem ao encontro do Senhor.
Então nós, os que ainda estivermos vivos e restarmos na terra, seremos arrebatados até eles nas nuvens, a fim de nos encontrarmos com o Senhor nos ares e ficarmos com Ele para sempre.
Portanto, confortem-se e encorajem-se mutuamente com esta notícia,
1 Tessalonicenses 4.13-18 BV

A paz não virá.

 

Os espaços no mundo se estreitam aos discípulos do Senhor. Hoje, os desafios transcendem os imperadores efeminados a jogar às feras quem não os adorasse como deuses. Muitos cristãos são despedaçados na farta e fácil droga pornografia traficada livremente na web. Embaraçados no excesso de ciência e nenhuma Sabedoria de Deus. No entretenimento imoral construído por defensores da destruição da família. Há quem acabe estraçalhado ao perseguir promessas de prosperidade materialista via barganha com o deus Mamom… Ao adotar o status de evangélico remendado sem novidade de vida… Ao prosseguir adiando infinitamente o abandono do pecado e a decisão de servir a Deus de todo o coração.

Quando é que tudo isso vai acontecer? Eu não preciso realmente dizer nada a esse respeito, queridos irmãos, porque vocês sabem muitíssimo bem que ninguém o sabe; pois aquele dia do Senhor virá inesperadamente, como um ladrão de noite.
Quando o povo estiver dizendo: “Vai tudo bem, está tudo calmo, está tudo em paz” – então, de repente o desastre virá sobre eles, tão súbito como as dores de parto a uma mulher quando nasce o seu filho. E essa gente não poderá fugir para parte alguma – não haverá lugar onde esconder-se,
1 Tessalonicenses 5:1-3 BV

Mas enquanto há vida todos podem mudar de rumo. Jesus Cristo é O Caminho.

O Príncipe da Paz, ignorado no Natal e o resto do ano, quer nascer nos corações e proporcionar a verdadeira alegria agora, enquanto respiramos e ainda podemos buscá-lo. 2010 só será feliz aos que efetivamente possuírem esse tesouro guardado no coração. Isso é possível agora. Procure uma igreja evangélica que creia que Jesus Cristo é Deus, não um mero Mestre ou iluminado. Busque um conselho pastoral. Dê uma chance para Deus. Deixe que Ele dirija e seja o Senhor de sua vida.

Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo, João 16:33

 

 

Sendo, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, Romanos 5:1
 

 

E o Deus de paz seja com todos vós. Amém!, Romanos 15:33

José San Martín
‘Dedico a Deus o que escrevi’

Por favor, reproduza nossos conteúdos à vontade, mas dê os devidos créditos ao autor e ao blog http://www.josesanmartin.com.br/. Comente no espaço abaixo ou entre contato conosco pelo e-mail: josesanmartincaminaneto@gmail.com – Deus o(a) abençoe!

Anúncios

2 comentários sobre “A paz não virá

  1. Olá!

    Gostaria de elogiar o comentário sobre Sérgio Vieira de Mello, pela lembrança extremamente oportuna.

    No mais, acho que o “humanismo” a que está se referindo no texto é muito pobre diante do que a palavra pode representar. A propósito, o Mário Vieira de Mello certamente teria muito o que comentar sobre isso.

    De qualquer forma, o texto todo provoca um profundo senso de decadência e decepção; e o que será de tudo isto se os sentimentos fomentados forem estes? Considero o texto todo pessimista além do necessário. É preciso dar lugar à paz, mesmo que, em primeiro lugar, meramente no nosso discurso: “a paz virá” nos coloca num engajamento maior pela força da promessa (vã, talvez, mas nem por isso desnecessária).

    Era isso. No mais, mais paz e pelo menos um pouco de esperança pra todos! Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s