Um credo do mundo moderno


Relendo o livro "Pode o homem viver sem Deus?"[1], de Ravi Zacharias, encontro o poema satírico do jornalista inglês Steve Turner, em Creed ("Credo"). No texto, existem algumas particularidades da cultura americana, mas, na essência, expressa muito bem o panorama da mentalidade moderna. Um verdadeiro caos moral e ideológico. Não pude deixar de transcrevê-lo.

Cremos em Marxefreudedarwin.

Cremos que tudo está bem,

Desde que você não prejudique ninguém,

quanto você possa definir prejudicar,

e quanto você possa saber.

 

Cremos no sexo antes, durante

E depois do casamento.

Cremos na terapia do pecado.

Cremos que o adultério é uma brincadeira.

Cremos que a sodomia é correta.

Cremos que os tabus são tabus.
 

Cremos que tudo está ficando melhor,

Apesar da evidência contrária.

A evidência precisa ser investigada,

E não se pode provar nada com evidência.

 

Cremos que há algo nos horóscopos,

Nos OVNIs e nas colheres entortadas;

Jesus era um homem bom, como Buda,

Maomé e nós mesmos.

Ele foi um bom mestre de moral, embora achemos

Que o seu bom ensino moral era nocivo.
 

Cremos que após a morte vem o nada,

Porque, quando você pergunta aos mortos o que acontece,

Eles não dizem nada.

Se a morte não é o fim, se os mortos mentiram,

Então o céu é compulsório para todos,

Exceto, talvez,

Hitler, Stalin e Genghis Khan

 

Cremos em Masters e Johnson.

O que se seleciona é a média.

O que é a média é normal.

O que é normal é bom.
 

Cremos no desarmamento total.

Cremos que há elos diretos entre a guerra e o derramamento de sangue.

Os americanos deveriam fundir as suas armas e transformá-las em tratores,

E certamente os russos os imitariam.

 

Cremos que o homem é essencialmente bom.

É somente o seu comportamento que o faz cair.

É culpa da sociedade.

A sociedade é o defeito das condições.

As condições são o defeito da sociedade.
 

Cremos que o homem deve descobrir a verdade

Que é certa para ele.

Consequentemente, a realidade se adaptará.

O universo se reajustará.

Cremos que não há verdade absoluta,

Exceto esta:

Não há verdade absoluta.

 

Cremos

na rejeição dos credos,

E no florescer do pensamento individual.

Ravi Zacharias finaliza dizendo que, com certeza, a esperança do ateísmo move-se inexoravelmente para um caos destituído de credo. Nos calcanhares do Iluminismo, diz ele, o existencialismo estava esperando para nascer. A paixão tornou-se moda, e a decência o "vento levou". Quando o existencialismo se desgastou, os "desconstrucionistas" desmantelaram tudo o que restava. Não resta nenhum ponto de referência moral. Este é o primeiro ponto do colapso, quando se tenta viver sem Deus.

 
Notas:
[1] ZACHARIAS, Ravi. Pode o homem viver sem Deus?. Mundo Cristão (p. 71/73)

Posted via email from E Agora, Como Viveremos?

Anúncios

4 comentários em “Um credo do mundo moderno

  1. Concordo com Ravi, quando ele diz – “A paixão tornou-se moda, e a decência o “vento levou” – , hoje a imoralidade se arraigou no coração da humanidade e a descrença em Deus, motivada pelo ateísmo gerou e gera uma destruição em massa de Moral, bons costumes, essência de bom no homem.
    Muito bom esse texto.
    Meu caro irmão Valmir Nascimento Milomem, o convido a visitar meu blog:http://rafaelfonsecadacosta.blogspot.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s