ATAQUES À FÉ PENTECOSTAL


COM PRETENSA BASE BÍBLICA, ATAQUES À FÉ PENTECOSTAL REVELAM TENTATIVA DE DESACREDITAR OS DONS ESPIRITUAIS

Pr. Antônio Mesquita

Depois de assistir a parte de um programa bizarro, por sua afronta aos que recebem o batismo no Espírito Santo e ação dos dons espirituais, não pude deixar de apresentar esta defesa da fé cristã. É aviltante, mas tais ações não podem ficar sem resposta, embora tudo isso poderia se evitar, não fosse a presença de pessoas, que nem mesmo precisariam espirituais, porém um pouco mais inteligentes e tementes ao Senhor. 

A exposição do programa de televisão, que se prestou a essa defesa infantil – para não dizer menina, como classificaria o apóstolo Paulo –, por seus argumentos, demonstrou mesquinharia e mediocridade. Para que outros não entrem pela mesma toleima desses insolentes, tomo a oportunidade de refutar e apresentar apologia da fé cristã.

Leia o artigo completo no  blog Fronteira Final, do Pr. Antônio Mesquita.

Ps. Aproveito a oportunidade para informar que referido blog foi inserido entre os favoritos.

 

 

Anúncios

7 comentários em “ATAQUES À FÉ PENTECOSTAL

  1. O Comitê de Evangelismo e a Congregação da Protestant Reformed Church de South Holland (Illinois) são gratos a Deus que uma segunda impressão desse livreto é necessária. Isso significa que Deus está dando uma ampla distribuição a este testemunho da fé e vida Reformada. Pedidos continuam a chegar, não somente do nosso próprio país, mas também de outras nações. Não poucos têm expressado que essa pequena obra tem sido usada pelo Senhor, quer para livrá-los da religião carismática, ou para capacitá-los a resistir à tentação de virar carismático. Alguns, não sendo contra a ênfase do livreto, repreenderam-nos por seu tom “pejorativo”. Devemos reconhecer que a advertência que damos é severa. Mas a severidade na defesa da sã doutrina, e na advertência contra o erro, embora excessivamente rara em nossos dias, não somente é permitida à Igreja, como também demandada: “Portanto, repreende-os severamente, para que sejam sãos na fé” (Tito 1:13). Nem isso denuncia um espírito amargo e odioso. Testificamos da forma como fazemos no livreto, porque amamos a Deus, cuja glória, estamos convencidos, é revelada na fé e vida Reformada histórica e confessional; porque amamos os crentes Reformados e os seus filhos, cuja fé e vida são menosprezadas pelos carismáticos e que são seduzidos a abandonar a sua fé e vida pela religião carismática; e porque amamos os carismáticos, como nosso próximo, e desejamos que eles reconheçam que suas crenças e práticas são falsas. Não temos o intuito de suavizar a mensagem, nem um pouco. A tese clara desse livro é que as doutrinas básicas do movimento carismático são doutrinas falsas, e que a religião carismática é uma inimiga da fé Reformada, e, portanto, do Protestantismo histórico. Provamos isso, cremos, a partir da Sagrada Escritura. Maravilhamo-nos que Protestantes esqueceram tão cedo da luta de Lutero e Calvino contra o Anabatismo e a exposição de B. B. Warfield sobre o perfeccionismo. Quando observamos que o dr. D. M. Lloyd-Jones (por quem temos alta consideração e de cujos escritos temos nos beneficiado) foi aparentemente brando com o movimento carismático, de forma que muitos agora podem apelar à sua autoridade para aprovar o movimento, e que o dr. J. I. Packer (a quem também respeitamos e que nos fez devedores de seu magnificente “Historical and Theological Introduction” para a tradução dele e de Johnston do The Bondage of the Will, de Lutero, em seu livro, Keep in Step with the Spirit) dá boas-vindas ao movimento dentro das igrejas e adverte contra condená-lo, e que quase todas as igrejas aceitam os carismáticos como membros em boa posição, ficamos mais convencidos que, mais do que nunca, o Protestantismo precisa de um inflexível “Não” ao movimento carismático e um fervoroso “Sim” à fé e vida Reformada tradicional. Pedimos apenas que nosso testemunho seja ouvido. Aqui, também, que os homens “provem os espíritos”.
    David J. Engelsma
    South Holland, Illinois
    Janeiro, 1987

    extraído de “Provai os Espíritos – Uma Análise Reformada do Pentecostalismo”

  2. A paz de Jesus…
    Só não entendo uma coisa: Pq a repulsa pelo movimento carismático? Já esteve em uma igreja carismática, em um retiro? Fico imaginando como Nosso Senhor Jesus Cristo fica triste com essas divisões e preconceito entre seus filhos… O Espírito Santo mudou a minha vida e me deu sentido dentro de um retiro carismático… Foi o dia do meu renascimento… Morri para o mundo e vivo pra Deus…
    Só para lembrar, Pedro diz que o espírito santo é para todos…”Pois a promessa é para vós, para vossos filhos e para todos os que estão longe”… O espírito sopra onde quer… Seja no pentecostalismo ou movimento carismático… Ou até mesmo a uma pessoa que não conhece a Deus e não vai a igreja… Os caminhos de Deus são misteriosos… como a história de Davi, que era um escolhido de Deus e foi uma pessoa muito ruim… Vai entender as obras de Deus… eu que nem tento…
    Shallon

  3. Taís

    Desculpe, não posso deixar de comentar.
    Sou estudante de Direito, e busco uma matéria sobre aborto. Sou cristã evangélica e lendo seu comentário gostria de esclarecer só uma coisa: estudo a Bíblia com muita seriedade e creio nos Dons do Espírito Santo. Realmente, a Palavra diz que Ele sopra onde quer… [João 3:8].
    O fato de alguém ir ou não a Igreja não constitui assim um servo do Senhor. Alguém que não conhece a Deus de maneria alguma pode receber o Espírito Santo. Porque o Espírito Santo provém do próprio Deus [Romanos 8:9,11][João 7:38,39]. Aquele que não conhece a Deus, não recebe a Jesus como seu suficiente Salvador, portanto, nele não habitará o Espírito Santo que provêm de Deus [Colossenses 2:9].
    Lembrando também, que, a Palavra registra todo o amor de Deus por Davi que era um homem segundo o coração do Senhor, apesar de ser homem carnal, então imperfeito como todo homem, não era um homem ruim, foi escolhido por Deus desde a fundação do mundo para abrir caminho à linhagem de Jesus Cristo [Atos 13: 22,23][1 Samuel 13:14].
    Portanto vindo de Deus Davi não pode ser mau. Porque Deus é a essência do bem e da perfeição.
    “Damos sempre graças a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo …” [Colossenses 1:3a]

    A Deus toda a Glória!

  4. A Paz do Senhor Glaucia,
    Concordo plenamente contigo e oro a Deus pra que Ele continue derramando graça e unção sobre tua vida.Que Deus a guie firmemente na carreira jurídica e quem sabe,no magistrado. O que posso te dizer é que grandes coisas ainda fará o Senhor em tua vida.

    Deuis te abençõe

  5. Glossolalia (do grego γλώσσα, “glóssa” [língua]; λαλώ, “laló” [falar]) é um fenômeno onde o indivíduo crê expressar-se em uma língua por ele desconhecida.

    A glossolalia é presente em algumas religiões (como na antiga religião grega)[carece de fontes?] e entre diversos grupos cristãos, mais especificamente pentecostais ou neopentecostais, como também na Renovação Carismática Católica). O significado religioso da capacidade de falar em línguas desconhecidas (“estranhas”) enquanto oram (ou rezam) varia.

    Cristianismo
    No Cristianismo, essa prática é narrada pela primeira vez na Bíblia, no livro dos Atos dos Apóstolos[1], que descreve o evento ocorrido no dia de Pentecostes, uma data em que judeus de várias partes do mundo se reuniam em Jerusalém. Segundo a narrativa bíblica, os discípulos de Jesus passaram a falar aos estrangeiros em sua própria língua.

    Mais adiante o fenômeno é descrito na carta de Paulo aos Coríntios, como sendo um dos dons oferecidos pelo Espírito Santo[2].

    O episódio de Atos 2 inspirou o movimento cristão “Pentecostal”, que enfatiza a busca pelos dons do Espírito Santo.

    Antes do cristianismo, diversos grupos religiosos praticavam formas de glossolalia. No Oráculo de Delfos, a sibila (sacerdotisa do deus Apolo) falava com estranhos sons que se supunham ser mensagens do deus. Alguns textos gnósticos do período do império romano possuem fórmulas silábicas como “t t t t t t t t n n n n n n n n n d d d d d d d…” etc. Crê-se que tais seriam transliterações de sons feitos por glossolalia.

    Atualmente religiões como o Espiritismo apresentam fenômenos semelhantes, incluindo manifestações de Xenoglossia. Fenômenos de glossolália são observados também no xamanismo, no vodu haitiano, em algums grupos judaicos hassídicos e entre os sufi muçulmanos
    Nos anos 70, o fenômeno atraiu a comunidade acadêmica, com estudos publicados pela antropóloga Felicitas Goldman e pelo linguista William Samarin. Goldman descreveu a ocorrência da glossolalia em situações distintas e Samarin considerou a glossolalia não constituía uma língua per se nos parâmetros conhecidos da ciência linguística. Recente pesquisa (2006) da Universidade da Pensilvania descobriu que quando um indívíduo produz glossolalia, a área do cérebro que controla a linguagem não é ativa, assim não possui controle sobre o sujeito. O fenômeno ainda está a ser estudado e desperta a curiosidade da ciência e do público familiar com a prática.

    Através de inúmeros estudos realizados pela parapsicologia, tem se chegado à conclusão que o fenômeno da glossolália ou xenoglossia pode ser resultado das faculdades humanas, visto que podem ser induzidos através de hipnose, euforia, transe, etc. ; fora de ambientes religiosos.

    Os lingüistas concordam que a esmagadora maioria dos fenômenos gravados e analisados não apresenta um número suficiente de características de uma língua para serem aceitos como tais. (Ver, por exemplo, William J. Samarim, “Tongues of Men and Angels: The Religious Language of Pentecostalism”, 1972, caps 4-6).

  6. Não é de admirar os pensamentos de certas pessoas e determinadas seitas, que se dizen religiosas, pois a BIBLIA nos diz , que nos ultimos dias ( DA VOLTA DE CRISTO) SURGIRIA MUITOS FALSOS PROFETAS , FALSOS ENSINAMENTOS E TUDO ISTO, QUE ESTAMOS VENDO , A BIBLIA DIZ OQUE É NASCIDO DA CARNE É CARNE QUEM É NASCIDO DO ESPIRITO PERTENCE A DEUS , ENTÃO PARA QUE SE PREOCUPAR ? SÓ SE TIVER DUVIDA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s