Enquanto isso…


Nos Estados Unidos“Barack Obama é o que os outros desejam que ele seja. Dependendo da platéia, pode metamorfosear-se em branco, como o herói de nossa gente, Macunaíma”( Frase de Diogo Mainardi). Pra mim, Barack Obama é uma farsa política. Ele se encaixa perfeitamente nos filmes de Hollywood, negrão boa pinta, mas não na Casa Branca. Aliás, acho que devo tê-lo visto em algum filme, só não me lembro qual.

Na Suécia – Na suécia, uma série de novas publicações dedicadas ao público infantil simplesmente demolem os conceitos tradicionais de família e os papéis normalmente atribuídos a meninos e meninas. Os protagonistas das histórias têm comportamento heterodoxo: garotos usam sandálias cor-de-rosa, meninas querem trabalhar como bombeiros quando crescerem e a figura do papai não é necessariamente a de quem sai para trabalhar enquanto a mamãe fica em casa cuidando do jantar ( O Verbo). Alguém aí ainda tem alguma dúvida de que o conceito de moralidade objetiva foi para o espaço na Europa?

Nas eleições – “Não é preciso ser doutor em matemática para deduzir que nunca tivemos, na história deste país, tantos homicidas disputando um cargo público” (J. R. Guzzo – Veja). Deixem-me colocar de outra forma: “Nunca, na história deste país, tivemos tantos homicidas ocupando cargos públicos.

No STF – “O tema anencefalia é um gancho para discutir situações mais abrangentes e fronteiriças. Em minha opinião, os casos de interrupção de gestação de anencéfalo e os de aborto de forma mais abrangente, quando a gravidez não é desejada, possuem um ponto importante em comum: o direito de a mulher decidir sobre a própria vida. O princípio que está em jogo nessas situações é o do direito à liberdade” (Min. Marco Aurélio Mello, em entrevista à Veja.). Realmente, o que está em jogo, na concepção do nobre Ministro, é a liberdade da mulher e não a vida da criança. No pensamento estóico de Marco Aurélio mais vale uma liberdade resguardada do que uma vida preservada.

Na Abin. Reportagem da revista “Veja” desta semana mostra que o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Mendes, teve todos os telefones de seu gabinete grampeados por arapongas da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) (Folha). Meus Deus, se até o presidente do STF teve os seus telefones grampeados imagine o que pode acontecer com um cidadão comum? Aí vem outra pergunta: Qual vale mais: a liberdade de informação e a segurança do povo ou a intimidade do indivíduo?

Anúncios

4 comentários em “Enquanto isso…

  1. Ta tudo pelo avesso. Fico triste ao ver (ao menos é o que parece) os americanos se renderem a tanto engano.
    Quando a anencefalia me parece que não há o que discutir. Quem quiser ter a criança mesmo sabendo do altíssimo índice me mortalidade o terá. Que considerar indesejada já vil né?
    O Brasil (povo, moral (o que resta desta), família) está sendo minado pelos seus “representantes” (carrascos) e a não ser por intervenção por ditadura militar de direita ou Divina não vejo verdes pastos.

  2. Irmão Valmir, seu blog está de parabéns, pois tem sido um espaço para defesa de idéias cristãs. Enquanto isso, como mostrou de forma sucinta e esclaredora, vemos o relativismo tomar corpo em diversos países, inclusive no Brasil. Oremos e façamos a nossa parte que é tentar esclarecer a muitos. Graça e Paz sobre sua vida.

  3. Juber,

    Obrigado pela visita e pelo comentário.

    o declínio da sociedade está aí, pra todo mundo ver. Só ver dois tipos de pessoas não percebem isso: aqueles que não querem ver; e aqueles que tiveram suas mentes cauterizadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s