I-Doser, a droga virtual


https://i1.wp.com/img01.picoodle.com/img/img01/7/1/27/f_Untitled1i_117am_d4057fd.jpg

Outro dia estávamos num programa de rádio, da qual participo semanalmente, destinado ao público jovem com a leitura de notícias segundo a ótica bíblica, quando então recebemos a pergunta de um ouvinte indagando sobre o que achávamos do IDOSER.

I-O que? Foi a exclamação que fiz ao ler a indagação na tela do computador.

Sinceramente, eu nunca havia lido nada sobre isso. E olha que eu acesso um pouquinho a internet. Mas fazer o que, no mundo digital as coisas acontecem de uma forma tão rápida que uma semana representa anos em comparação com épocas passadas.

Pois bem. Em sendo um leigo, comecei uma pesquisa sobre o assunto, e hei-lo aqui resumidamente.

O que é isso?

IDoser é um programa de computador criado supostamente com objetivo de provocar mudanças nas ondas cerebrais do usuário, visando imitar o efeito causados por drogas como a maconha, cocaína, heroína, álcool, etc.

O software emite algumas “doses” de ondas sonoras, levando a pessoa a se comportar de forma estranha. Doses essas que podem ser vendidas em kits como o de 3 doses por 6 dólares, ou até em CDs de aproximadamente 40 reais. A duração de cada dose varia bastante, de 15 a 45 minutos. A versão de teste vem com 2 doses e na página inicial pode ser encontradas doses gratuitas. (Fonte)

O responsável pela venda da droga é o site com o mesmo nome, que oferece doses distribuídas em pelo menos 18 categorias distintas, que vão de doses espirituais até sexuais. Entre elas estão as doses por nome Orgasmo, Ecstasy, Absinto, Ópio, Prozium e a “Hand of God”. É brincadeira?

Então, chegamos ao tempo do “download de drogas”. O entorpecente a um clique. É por isso que alguns sites, ao fazer a propaganda desse tipo de tóxico colocam o banner com a expressão; “Para se drogar, clique aqui”.

Quais os resultados?

Os resultados desse tipo droga ainda não foram devidamente comprovados. Dentre aqueles que usaram há quem diga que o máximo que obtiveram com o uso do Idoser foi somente uma enorme dor de cabeça.

Apesar da falta de comprovação, segundo especialistas os efeitos desta droga e a dependência não estão muito claros, apesar de serem perigosas e se tratarem, de certa forma, de uma hipnose, uma vez que a consciência do usuário é manipulada.

É crime?

Outra pergunta a ser feita sobre essa droga virtual é saber se o uso ou a venda do IDoser na internet constitui crime?

Segundo José Antônio Milagre “A linha que separa a impunidade da punição é muito tênue, eis que por um lado não há crime sem lei anterior que o defina, nem analogia para prejudicar o réu, ou seja, ninguém pode ser punido por estar ouvindo ondas sonoras que causam supostos efeitos semelhantes aos das drogas, até porque esta modalidade de “droga”, podem ter certeza, não vem prevista na resolução Anvisa que regulamenta da lei de tóxicos (Lei nº 11.343/2006), prevendo quais as substancias entorpecentes”.

José Antônio Milagre escreve, ainda: Se por um lado, o usuário e o “traficante” do Idoser (se é esse o termo a se utilizar…) não podem ser punidos por ausência de previsão legal quanto à “droga eletrônica”, determinadas posturas em comunidades e sites podem ser enquadradas como nítida incitação ou apologia ao uso de drogas (Arts. 286 e 187 do Código Penal).

“Não incomum verificar relatos de pessoas sugerindo que se tome a dose virtual após “fumar um baseado”, como se a maconha fosse uma “preliminar”. Outros sites chegam a enfatizar que o efeito é o mesmo e com um plus, que trata-se de uma droga que ainda não é ilícita. Ironizam o legislativo com frases do tipo “clique aqui para se drogar”, “pare de enriquecer o tráfico” ou “o anonimato agora é infalível”, “use sua droga em paz”… São posturas criminosas e que sofrerão coibições por parte do Ministério Público, imagino!

Lembrando que na incitação o agente estimula, açula, provoca a prática de um crime, como o uso de drogas. Já na apologia, o agente criminoso enaltece, elogia, exalta um fato criminoso, como por exemplo cheirar cocaína antes de tomar uma dose no Idoser, para que o efeito se potencialize.

O fato é que sensações virtuais provocam posturas reais e com neste princípio reitero, se por trás das sensações virtuais existe um comércio ou oferecimento real, ou mesmo uma certa incitação ou apologia, as leis vigentes são plenamente aplicáveis!”

Concordo com o posicionamento de J.A. Milagre, se de um lado o Idoser não é considerado pela Anvisa como um espécie de droga, portanto, não inserida como norma penal em branco, por outro lado, a sua comercialização, no mínimo, estimula o internauta ao uso das drogas reais, fazendo uma verdadeira apologia ao uso dos entorpecentes, comportamento esse que é não aceito pela legislação brasileira. Isso porquê o objetivo principal do Idoser é imitar as drogas reais, como cocaína e heroina, estando presente, portanto, o elemento caracterizador do tipo penal de apologia ao crime.

O que eu acho?

Entendo, particularmente, que todo tipo de droga, seja real ou virtual, que tente alterar o funcionamento normal do corpo humano e com isso provocar mudanças no comportamento da pessoa, pode lhe trazer prejuízos.

Esse tipo de droga tenta imitar o efeito de drogas reais, como maconha, cocaína, heroína etc, fato esse que, por si só, torna a prática nociva, pois, também entendo que, a utilização virtual desse tipo de entorpecente espelha o desejo da pessoa em fazer uso das drogas reais. Por outro lado, se os efeitos desse tal I-doser ainda não foram plenamentes controlados, no mínimo é um tentativa de hipnose, onde o indíviduo também perde o controle de seus atos.

O corpo, a mente, e as suas ondas cerebrais foram criadas para funcionar dentro de uma normalidade, em um ritmo em que o a vida se mantém dentro dos padrões de controle. Querer alterar as ondas cerebrais de uma pessoa, por meio de impulsos fônicos ou químicos, possuem a mesma gravidade, de forma a expor a pessoa a um comportamento qual ela não terá o gerenciamento.

E você, o que acha desse novo tipo de droga?

www.comoviveremos.com

Anúncios

5 comentários em “I-Doser, a droga virtual

  1. Olha, não creio que vá causar grandes alterações no organismo se tratando de uma alteração física…Logicamente pode viciar, mas por outro lado, viciar em algo que não mata pode ser mais viável do que viciar em algo que além de te matar enriquece o crime e pode causar problemas para mais pessoas.

  2. O pior é ler :”Querer alterar as ondas cerebrais de uma pessoa, por meio de impulsos fônicos ou químicos, possuem a mesma gravidade, de forma a expor a pessoa a um comportamento qual ela não terá o gerenciamento”
    E o que faz a sociedade religiosa a não ser exatamente isto?
    Transformar indagações pessoais puramente existenciais em problemas para o “pastor ou padre ou ainda o pai de santo” como você mesmo diz “gerenciar”
    Caro amigo, o mundo não algo pronto e acabado pessoas com a sua mentalidade são invariavelmente jogadas no calabouço do esquecimento, penso que a vida como dádiva de uma evolução, é eterno movimento e como tal não é passível de gerenciamentos ou gerentes como queira.
    Penso Também que a questão é pura simplesmente esta:
    Informação, e não punição já que estamos falando de um
    expediente muito usado por algumas de suas “seitas” o que faz seus pastores ao repetirem em alto e bom sons seus ditos “louvores” a não ser mudar a personalidade da pláteia diria até hipnotizando-os tanto é que não raro podemos ver pessoas totalmente “eufóricas” em “rises de choro” pulandi freneticamente o que é isto senão uma forma de fugir da realidade também? A religião hoje em dia é tão pessíma quando um IDoser.

  3. A questão discutida aqui não é religião.
    Eu acho o fim da picada isso! era só o q faltava mesmo!! como as pessoas podem se deixar manipular dessa forma, e mais tarde vai ser oq? irão te programar pra roubar, violentar ou se matar??? gente, isso é falta de personalidade já! Os usuário estão “se achando” a ultima bolacha do pacote com esse programa, eu os vejo mais como iscas fáceis , ingênuas …Tbem concordo sobre a apologia feita as drogas, não causa problemas físicos, mas se o efeito funciona mesmo teremos mais violência e manipulação em massa. Que vergonha na minha raça!!!!! como se deixa manipular por tão barato???? Criem vergonha na cara!!!!!!! pq isso nada tem de nobre…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s