Receituário Espiritual


Causa-me arrepios quando vejo reportagens, livros ou textos em que se apresenta aos leitores uma relação de ações que devem ser empreendidas para se atingir o ápice da vida cristã.

Títulos como 10 atitudes para revolucionar a sua vida espiritural, 20 maneiras para ser o melhor cristão, ou 100 modos de atingir a plenitude religiosa soa-me como uma receituário evangélico com demonstração de puro pragmatismo moderno, em que basta simplesmente seguirmos as prescrições e tudo estará resolvido. Pronto. Simples assim!

Essa tática é originária do movimento da auto-ajuda, onde é apresentado a todos quantos queiram uma relação de atitudes para que se atinja o sucesso na vida.

A vida cristã, entendo, não funciona como um check list espiritual, em que na medida em que ticamos as atitudes que já realizamos ficamos em melhores condições espirituais, isso porque a linha que divide o fato de estarmos em pé ou caídos, no sentido bíblico, é muito tênue.

I Corintios 10: 12 Aquele, pois, que pensa estar em pé, olhe não caia.

Ocorre-me, ainda, o seguinte. Se fossemos listar todas as atitudes necessárias para revolucionarmos a nossa vida espiritual, tenho por certo que 10 ações não representariam nem mesmo 1 por cento daquilo que a Bíblia exige do homem ou da mulher, afinal, Ela mesma nos conclama a sermos perfeitos como perfeito é o Pai. E a única pessoa que realizou todas as condutas necessárias para uma vida espiritual perfeita foi o próprio Cristo. Assim, o que nos resta é vivermos em completa dependência à Ele.

Quando temos a compreensão de que se seguirmos uma lista de condutas devidamente estabelecida fará de nós cristãos melhores, baseado eminentemente na nossa capacidade, então, estamos anulando a graça de Deus em nossas vidas. A vida do cristão é uma vida de entrega e dependência ao Senhorio de Cristo, e quanto mais nos subtemos à Graça divina mais próximo do Pai estaremos.

Portanto, entendo que existe somente uma atitude que pode revolucionar a vida espiritual de alguém:

Sl 37:5 – Entrega teu caminho ao senhor, confia nele e o mais ele fará

Anúncios

3 comentários em “Receituário Espiritual

  1. Olá irmão Valmir,
    concordo com você em relação ao assunto abordado nesse post. Também sou contra tantos livros de auto-ajuda que circulam por nossas igrejas (e vendem muito bem). Mas não são apenas os livros e revistas, alguns hinos que tem sido cantado por esse movimento chamado de neopentecostal, que são “louvores” horizontais, e servem apenas para dar ânimo e conforto as pessoas que chegam ao êxtase quando ouvem tais coisas. Essa semana mesmo ouvi uma música que dizia ‘deita em cima do leão’, achei graça nessa frase.
    Será q

  2. Olá irmão Valmir,
    concordo com você em relação ao assunto abordado nesse post. Também sou contra tantos livros de auto-ajuda que circulam por nossas igrejas (e vendem muito bem). Mas não são apenas os livros e revistas, alguns hinos que tem sido cantado por esse movimento chamado de neopentecostal, que são “louvores” horizontais, e servem apenas para dar ânimo e conforto as pessoas que chegam ao êxtase quando ouvem tais coisas. Essa semana mesmo ouvi uma música que dizia ‘deita em cima do leão’, e achei graça nessa frase.
    Será que Deus livra todos seus servos dos leões? E nossos irmãos que foram martirizados, lançados as feras no coliseum, e aqueles que foram queimados em praça pública? Deus seria injusto com eles?
    As pessoas tem esquecido das aflições que Jesus disse que passaríamos.
    Não podemos esquecer que teremos aflições, mas mesmo nelas o Senhor está conosco e que a Bíblia é a nossa bússola; Ela que nos instrui e nos ensina como andar e crescer até chegarmos a estatura de Cristo.

    um abraço fraterno na paz de nosso Senhor

  3. Olá Ruan,

    Há muito tempo a palavra cristão teve o seu teor removido. Na igreja primitiva cristão era aquela pessoa que estava disposta a viver e a – morrer – por Cristo. Hoje, as pessoas somente querer viver, e muito bem ainda.

    Esse negócio de deitar em cima do leão, quebrar os muros de Jericó e passar por cima do mar vermelho (mesmo q ele não queira abrir) é triunfalismo puro, é o evangelho recheado da doutrina da confissão positiva.

    Jesus disse que deviamos negar a nós mesmos e carregar a nossa cruz, mas isso ninguém quer.

    Que Deus nos ajude.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s