HISTÓRIA NÃO É MONOPÓLIO DE NINGUÉM


https://i0.wp.com/www.peru.info/temario/imagenes/Historia/historia.jpg

 Por José San Martin

No filme “Brilho eterno de uma mente sem lembranças”, Jim Carrey e Kate Winslate protagonizam um casal que, após o fim de um romance, recorrem a uma empresa que apaga do cérebro dos clientes as lembranças indesejadas. Se essa ficção fosse possível, e talvez um dia seja, não há dúvida de que tal empresa faturaria milhões. Todos, pessoas e organizações humanas têm seus erros sob o tapete ou não. Pessoalmente, gostaria de apagar alguns episódios de minha vida. Dias atrás os adoradores do herói Che Guevara, colocado em cheque por reportagem da Veja, também adorariam explodir a redação da revista desmancha-prazeres de milhares de adeptos do guevarismo e do socialismo cubano.

Governos comunistas apagavam literalmente das fotos oficiais e registros históricos os camaradas caídos “em desgraça”. Os inimigos de Israel colocam em dúvida a ocorrência do Holocausto. Que bom se o governo Lula pudesse ir para a história apagando “Mensalão”, “Valerioduto”, e demais escândalos. O mesmo pode se dizer de governos anteriores e seus respectivos mares-de-lama. Manobras pró-reeleição, plano Cruzado, e assim por diante.

Do Japão nos chega a notícias sobre os mais de 100 mil manifestantes em Okinawa para que o Governo não retire dos livros escolares as referências ao envolvimento do Exército japonês nos suicídios em massa de civis na Segunda Guerra Mundial.

A mania de se tentar manipular fatos e desafetos neste momento não está longe. Nosso vizinho, o ditador contemporâneo Hugo Chaves, está reescrevendo a história da Venezuela com o que de melhor impregna sua mente: o bolivarismo.

A tentativa de se controlar a História é uma tentação. Foi uma tentação para Bonaparte que desejaria que seus descendentes só tomassem conhecimento de seus sucessos. Há muita injustiça na narração de epopéias, como destaca brilhantemente o dramaturgo alemão Bertold Brecht em seu “Pergunta de um trabalhador que lê:

“Quem construiu a Tebas de sete portas?/ Nos livros estão nomes de reis./ Arrastaram eles os blocos de pedras?/ E a Babilônia, tantas vezes destruída/ Quem a reconstruiu tantas vezes?/ Em que casas da dourada Lima moravam os construtores?/ Para onde foram os pedreiros, na noite/ em que a grande muralha da China ficou pronta?/ A grande Roma está cheia de arcos do triunfo./ Quem os ergueu?/ Sobre quem triunfaram os Césares?/ A decantada Bizâncio tinha só Palácios para seus habitantes?/ Mesmo na lendária Atlântida/ os que se afogavam gritavam por seus escravos/ na noite em que o grande mar os tragou./ O jovem Alexandre conquistou a Índia./ Não levava, com ele, sequer um cozinheiro?/ Felipe da Espanha chorou,/ quando sua armada naufragou./ Teria chorado sozinho?/ Frederico II venceu a guerra dos sete anos./ Quem mais venceu, junto com ele?/ Cada página uma vitória./ Quem cozinhava os festins?/ Em cada década um grande homem./ Quem pagava as despesas?/ Tantas histórias/tantas perguntas.”

Mas nenhum ser humano, falível e mortal, por mais poder que acumule, não pode controlar a História. Isso se torna tão verdadeiro quando, por exemplo, nos deparamos com informações sobre a papisa que deu à luz em meio à procissão, matança de “hereges” na Inquisição, imperadores homossexuais desvairados que atearam fogo em cidades, mandaram abrir a barriga da própria mãe para saber de onde saíram, promoveram bacanais, as manobras de potências mundiais…

A manipulação da História pode até valer por algum tempo, mas a verdade um dia vem a lume. Nosso “descobrimento do Brasil”, a “libertação” dos escravos, e outras versões oficiais também são uma prova gritante dessa verdade.

Anúncios

7 comentários em “HISTÓRIA NÃO É MONOPÓLIO DE NINGUÉM

  1. Olá pator Valmir, recentemente criei um blog para o jornal que supervisiono aqui em Belém, pelo word press, porém não sei como colocar as categorias, será que o senhor poderia dar uma força?

    obs: seria bom que o senhor colocasse dicas sobre o word press na associação de blogueiros, ou algo parecido(só uma sugestão).

    Abraços e Paz do Senhor!!!, logo falarei um pouco sobre seu artigo,

  2. Por favor, irmão Valmir e irmão Victor, me ajudem a filiar-me a União dos Blogeiros Evangélicos. Me auxiliem nesta grande empreitada que iniciei domingo. Orem por este propósito.

    Fiquem na Paz de Cristo

    Elizeu

  3. Paz do Sr. meu querido irmão estou passando por aqui para lhe desejar uma semana com muitas bênçãos de Deus .
    E pedindo as orações por mim pk estou a passar muitas necessidades e que Deus abra a mente dos responsáveis da minha igreja par que me possam ajudar Deus diz para ajudar o órfão , mas eles não estão fazendo nd e não querem saber de nada pk minguem se chega ao pé de mim para me ajudar com alguma coisa e sabem a minha situação

  4. Obrigado irmão Valmir. Como Paulo escreve: “… contemplai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa.”

    Isso acredito, seja o essencial em nosso ministério: pensamos diferente. Temos idéias diferentes. Interpretamos … e muitas outras coisas diferentemente. Só no Evangelho não há diferenciação. Se o diferenciarmos, estaremos num laboratório, modificando a semente.

    Fiquem na paz de Cristo

    Elizeu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s