Personal Spiritual


por Gedeon Freire

A polêmica sobre títulos eclesiásticos pode piorar ainda mais. Pois se você acha que pastor, presbítero, diácono, bispo, profeta, missionário, apóstolo é muito título, prepare-se pois tem um novo profissional na praça: o personal spiritual. Mas é bom a plebe não se entusiasmar, pois o profissional da espiritualidade não é para qualquer bico. Apenas para almas necessitadas e abastadas. Em português claro: só para quem pode pagar. É uma categoria apenas para celebridades, ricos, famosos, emergentes, vips. Se você não estiver nesta lista, acomode-se com seu pastorzinho simples que tem uma igreja inteira para cuidar. I´m sorry, periferia!

O tipo não é brincadeira. Tem gente distribuindo cartão de visita com seu ilustre nome e abaixo com a singela designação de profissional da espiritualidade. Com tanto vidente, mistagogo, guru, profeta e charlatão na praça a concorrência vai aumentar.

Espiritualidade prêt-à-porter. Ele ora com você, lê a Bíblia com você, intercede com você, discerne o mundo espiritual com você, medita com você, mas principalmente, ora, lê a Bíblia, medita, discerne e medita POR você – afinal, ele é pago para isto! Acabou aquele tempo desperdiçado em procurar versículo bíblico para seu deleite espiritual. Os textos escolhidos são a sua cara. Ele fica à sua disposição qualquer dia e hora e está pronto para qualquer eventualidade. Se você precisa de apoio, ele dá; palavra de incentivo, ele profere; de um texto encorajador, ele encontra; de uma oração especial e forte, ele faz; de um alívio para o stress, ele providencia; de uma exortação dura… quanto você está pagando mesmo? Afinal, agora você não precisa perder tempo com oração, meditação da Palavra. Você paga alguém para fazer isto, enquanto ocupa seu preciso tempo no spa, no golfe, recebendo e enviando emails, acompanhando os resultados da bolsa de valores. Ele fica com as obrigações e você com as liberações. Se não funcionar, no próximo Culto dos Empresários você contrata outro.Pai-de-santo-gospel. Como ele tem muito mais poder/axé, está muito mais aparelhado na guerra espiritual/demanda, tem muito mais habilidade na oração/oferenda, tem muito mais cacife na intercessão/despacho, tem muito mais fé/magia, e tem mais força espiritual/ebó. Ele é a pessoa/guia mais indicada. Quanto mais caro, maior sua força. Como disse Maquiavel, “os príncipes sabem por quanto são vendidos”.Isto lhe parece absurdo ou algo como o fim dos tempos?

Relaxe, o livro de Eclesiastes diz que não há nada de novo na terra. Afinal, esta sempre foi a função da feitiçaria: manipulação e intermediação divina. Ou tentativa de. Não sei por que me lembrei do episódio de um grupo de profetas de aluguel que um canalha de um rei mantinha para lhes falar coisas boas, enquanto o profeta de Deus estava preso. Coincidência, não? Os profetas de aluguel – que, modernamente, poderíamos chamar de personal spiritual – sempre viveram nababescamente desfrutando das riquezas dos palácios. Nossa capacidade babaca de deslumbramento com qualquer balangandã com pedigree made in EUA é infinda. Afinal estamos no apogeu do gospel. (E eu escrevendo num site…). Mas alguém precisa pagar royalty para Eva, no Paraíso, pois ela foi a primeira a ter seu personal spiritual.

http://www2.uol.com.br/bibliaworld/entrenos/index.htm

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s